418-521-0411

Itens essenciais para o dia-a-dia das novas mamães

Falamos bastante do que é necessário para os cuidados do bebê, né? Mas e as mães? O que precisam durante a gestação e puerpério? Vou falar sobre isso um pouco neste e nos próximos posts.



Todas as roupas devem ser, antes de mais nada, práticas e confortáveis. Não importa se o parto foi cesária ou normal, a mulher passou por um momento de muito esforço e cansaço, físico e emocional, além, é claro de estar se recuperando ainda.


Além disso, os cuidados com o bebê são contínuos e exigem constantemente a atenção da mãe. Então priorize sempre pelo conforto e praticidade.


Para as mães que vão amamentar, opte por camisolas e blusas ou com abertura para amamentação ou que sejam práticas na hora de abrir/levantar para amamentar de forma confortável e sem que fique com as costas expostas à friagem.


Sutiãs e tops próprios para amamentação também são de grande ajuda!


E já que estamos falando de amamentação, vamos à algumas dúvidas muito comuns:


Devo ou não usar concha? A resposta é depende rsrs. A concha não é indicada para formação de bico, nem no caso de bico plano, como existe a crença por aí, pois ela só forma “um bico” na hora ou logo após o uso, e não permanente.


Além disso, a criança não suga o bico na hora de mamar, mas sim a auréola, então comprimi-la com a concha pode ser mais prejudicial do que benéfico.


Uma alternativa para quem quer proteger o bico do seio para que não fique em fricção com a roupa é fazer rolinhos com fraldinhas de pano ou meias e colocar em volta da auréola. Faz a mesma função de proteção da concha e não traz prejuízo à mama.


Cuidado também com os absorventes para seio. Use somente quando for realmente necessário, pois eles também podem ser uma boa fonte de alimento para fungos, pois ficam ali em contato com o leite e abafando o seio, ambiente extremamente propício para a proliferação de fungos.


Quanto à pomada de lanolina, indicada para seios rachados ou machucados, embora de fato ajude bastante na cicatrização, pode trazer prejuízos à amamentação, pois por ser muito oleosa, pode dificultar a pega do bebê.


Assim, se for usar, use bem pouquinho e após a mamada e antes da próxima mamada, retire o resíduo.


Mas aqui também existe outra alternativa para ajudar na cicatrização, que é utilizar o próprio leite materno no seio. Ele é muito potente no processo de cicatrização.


Falando em bicos rachados, vamos aproveitar o gancho para para falar do bico de silicone. Assim como tudo, pode ajudar em alguns momentos e atrapalhar em outros, por isso, procure orientação de profissionais antes de utilizá-lo.


Ele pode causar confusão de bico no bebê, além de poder piorar os quadros de rachadura em função da fricção, embora, em um primeiro momento possa dar sensação de alívio. Além disso, impede que o bebê estimule corretamente a mama, podendo causar uma diminuição na produção de leite.


Mas vamos falar então, do que ajuda a amamentação?


Almofada! Ah! Grande aliada! A almofada de amamentação, aquela mais firme e que abrace bem a mulher pode ser um grande alívio na hora de amamentar. Com ela você consegue acomodar o bebê e apoiá-lo, poupando seus braços e ombros, além de poder variar nas posições pois ela ajudará na sustentação. Com a almofada de amamentação, até quem não tem uma poltrona própria consegue se sentar confortavelmente para amamentar.


Mas, se você tiver condições e espaço para uma poltrona de amamentação, também ajuda. E aí note, na hora de comprar a poltrona, experimente, certifique-se de que de fato é confortável para você e que ela cabe bem no quarto.


Para finalizar o assunto itens de apoio à amamentação, quero falar da bomba extratora de leite. Comprar ou não comprar, eis a questão! E se comprar, qual?


Neste caso, de novo, a resposta é depende. Eu deixaria para comprar depois que o bebê nascer, porque você ainda não sabe quais serão suas dificuldades (se é que existirão). A bomba é ótima se você precisa estimular a produção de leite, se você tem que deixar um estoque de leite para alguém dar ao bebê, por algum motivo, seja volta ao trabalho ou outro qualquer.


Nestes casos, as bombas elétricas são muito mais práticas e as duplas então nem se fala ! Mas existe uma questão de sensibilidade da mãe, e isso interfere na potência da máquina quanto à sucção. Por isso é interessante às vezes fazer alguns testes antes de investir dinheiro na bomba. Existem lugares especializados que alugam por um período e você pode ver se se adapta mesmo ou não.


Bom, já falamos muito de itens que podem ajudar (ou não) as mamães na hora de amamentar, além disso, durante a gestação e mesmo no pós-parto, nosso corpo muda, as roupas deixam de servir e uma alternativa para se manter confortável e não perder as roupas, é comprar extensores de calça.


São tiras com botão que você prende na calça jeans, por exemplo, e aumentam de tamanho. Você pode até ter algumas mais bonitinhas para fazer umas combinações com as suas blusas e continuar num estilo bem legal!


Outra possibilidade é usar calças maleáveis, de elástico que aompanhem e continuem servindo conforme a barriga for crescendo.


Os vestidos também são sempre uma ótima pedida!


E pra finalizar, mas não menos importante, tenha sempre calcinhas altas confortáveis. Nada de cintas de pós parto, que também podem ser prejudiciais!


As calcinhas ajudam a dar conforto, sustentar um pouco a barriga e não trazem prejuízo algum à mulher.


A gente não precisa se descuidar e nem parecer desleixada só porque acabou de passar por um parto ou porque está esperando um bebê, mas temos que buscar alternativas que sejam saudáveis e confortáveis acima de qualquer coisa.


Buscar informação é importante! E informação de qualidade. Só assim poderemos fazer nossas próprias escolhas, de forma consciente.



4 visualizações
 

Brooklin - São Paulo

11956969655

3568212/0001-09

©2020 por Dani Bicudo Organizer. Orgulhosamente criado com Wix.com